Fluminense Campeão Carioca 1911

O Carioca de 1911

Em 1910, novamente entrava em discussão o uniforme de nossa equipe. Apesar das brilhantes vitórias conquistadas com o uniforme tricolor, em 1910, a camisa branca voltou a ser usada, sem a faixa diagonal e não conquistamos o campeonato.

Em 1911 porém, em sessão solene da diretoria realizada no dia 11 de janeiro, por proposta de Mario Pollo, 1º secretário, foi reestabelecido o uniforme de 1904, com a já querida camisa tricolor, encarnado escuro, branco e verde em listras verticais, gola branca e escudo do lado esquerdo do peito.

No ano de 1911, o Fluminense conseguiu a grande proeza de derrotar todas as equipes adversárias nos dois turnos.

O torneio comandado pela LMSA foi bastante tumultuado. No dia 25 de junho, durante a partida Botafogo x América, realizada no campo da Rua Voluntários da Pátria, quando o placar era de 1 x 1, já no segundo tempo, a confusão aconteceu.
O atacante Flávio Ramos do Botafogo após receber dura entrada do ponta Gabriel do América machucou-se. Delamare revoltado, saiu em defesa do companheiro gerando grande conflito no gramado, todos brigaram.

Em 26 de junho, o Botafogo enviou a Liga um ofício de apoio a seus jogadores e também solicitou sua desfiliação da entidade.

A LMSA decidiu suspender Delamare por um ano e Gabriel por 30 dias. Ao tomar conhecimento do ofício do alvinegro a Liga aceitou o pedido do clube.

Outro fato relevante que aconteceu em 1911, diretamente ligado ao tricolor, ocorreu no dia 21 de setembro, onde após uma reunião na Rua do Catete, liderada por Alberto Borgerth e mais oito jogadores do Fluminense, decidiram que abandonariam o clube após o campeonato. A história da crise interna de 1911 está pormenorizada no Capítulo I.

O Fluminense perdia 9 dos 11 jogadores do time campeão de 1911, só tendo permanecido no clube, da equipe titular, Oswaldo Gomes e James Calvert.

Outro fato marcante neste certame foi a despedida das quatro linhas de Dinorah de Assis, um dos personagens da chamada “História da Piedade”, onde foi assassinado Euclydes da Cunha, na estréia do Botafogo no campeonato participou de seu último jogo. Devido as queixas que apresentava por ainda estar com a bala alojada em sua região cervical. Posteriormente Dinorah retornou a sua cidade natal, Porto Alegre, onde suicidou-se no Rio Guaíba, em 1921.

Após conquistar o vice-campeonato de 1910, nosso tricolor promoveu várias alterações em sua equipe tornando-a quase que totalmente nova.

Pela primeira vez no futebol carioca uma equipe usava um técnico de futebol. O Fluminense, contratou o inglês Charles Williams, por 18 libras esterlinas mensais, além de casa, comida e 2 passagens ida e volta, Rio-Londres.

Fonte: http://www.fluminense.com.br/site/futebol/historia/capitulo-ii-os-titulos/estaduais/1902-1930/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.